colégios de demonstração

Antigo nome dos colégios de aplicação, surgidos no Brasil a partir através do Decreto-Lei nº 9.053, de 1946. Tratam-se de escolas de ensino básico, geralmente ligadas a instituições de ensino superior, que destinam-se à aplicação de técnicas e metodologias educacionais que visam a excelência em Educação. Inicialmente, os colégios de demonstração foram criados com o objetivo de oferecer a prática docente aos alunos das licenciaturas das Faculdades de Filosofia. Posteriormente, tiveram seus objetivos ampliados e hoje, com o nome de colégios de aplicação, são pautados na promoção de um projeto educacional democrático, público, gratuito e de qualidade, contribuindo para a construção de uma sociedade transformadora.

O Colégio de Demonstração da Faculdade Nacional de Filosofia, criado em 1948, foi pioneiro entre essas escolas, assumindo posição de referencial na formação docente, no desenvolvimento de práticas pedagógicas e no surgimento de outras escolas pautadas nos mesmos pressupostos.

COMO CITAR ESTE CONTEÚDO:
MENEZES, E. T; SANTOS, T. H. Verbete colégios de demonstração. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2001. Disponível em <https://educabrasil.com.br/colegios-de-demonstracao/>. Acesso em 22 jul. 2024.

Comente sobre este conteúdo: