IEA/USP promove curso inédito para professores

Educar na Sociedade da Informação é o título do novo curso de extensão universitária organizado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEA) e pela Fundação de Apoio à Faculdade de Educação (FAFE) da USP, com patrocínio da Editora Pangea e da Editora Moderna.

O curso, que será realizado entre maio e dezembro, é dirigido a professores e demais profissionais que atuam no Ensino Médio e Fundamental. Compõe-se de cinco módulos, cada um com oito aulas mensais de quatro horas de duração.

O curso Educar na Sociedade da Informação é a primeira atividade do Projeto Cidade do Conhecimento, uma ampla parceria entre universidades, empresas e instituições, cujo objetivo é compartilhar conhecimento desenvolvido em esferas diferenciadas, em benefício do conjunto da cidadania.
Os cinco módulos deste primeiro curso são:

Territórios Reais e Virtuais: Geografia e História do Brasil – moderador: Demétrio Magnoli, doutor em Geografia Humana pela USP
A construção histórica do território brasileiro realizou-se ao mesmo tempo que a formação da nação brasileira e como parte desse processo. As mitologias nacionais, que continuam a exercer influência dominante sobre o ensino, narram uma outra história: a de um território prévio, “ocupado” e “povoado” pela sociedade nacional. O curso destina-se a desvendar essas mitologias, por meio do exame da historiografia e do pensamento geográfico.

Práticas de Leitura na Sociedade da Informação – moderador: Jorge de Almeida, doutor em Filosofia pela USP
As novas tecnologias de informação e comunicação têm um impacto profundo na vida cotidiana e no sistema educacional. Diante da enorme quantidade de informações disponíveis, a capacidade crítica e interpretação de textos adquire uma importância cada vez maior. Nesse contexto, o estudo da literatura em geral, e da literatura brasileira em particular, adquire um sentido mais amplo e contribui para a formação de bons leitores, capazes de transformar informação em conhecimento.

Mídia na Escola : É Tudo Verdade? – moderador: José Arbex Jr., doutor em História pela USP
A cobertura da Guerra do Golfo (janeiro/fevereiro de 1991) marcou o início de um novo período na história da mídia contemporânea. Ela revelou como as novas tecnologias de comunicação permitem o registro de qualquer evento, em qualquer parte do planeta, e a sua imediata retransmissão global, em tempo real. Mas ficou claro também que a mídia é capaz de construir cenários, mediante técnicas de digitalização de imagens e artifícios narrativos que utilizam os métodos de sedução próprios à mensagem publicitária. Que problemas essa narrativa “histórica” apresenta para os educadores? Não se trata apenas de compreender teoricamente os processos históricos em curso, mas de intepretar criticamente as construções e estratégias de persuasão conduzidas pela mídia.

Novas Práticas na Educação: Tecnologia, Vocação e Emprego – moderadores: Gilson Schwartz, doutor em Economia pela Unicamp, e Manoel Oriosvaldo de Moura, doutor em Educação pela USP
Os anos 90 marcam o surgimento da chamada “nova economia”, centrada nos paradigmas de organização empresarial e desenvolvimento capitalista predominantes nos Estados Unidos. Ao mesmo tempo, as principais áreas geoeconômicas do planeta (Ásia, União Européia e América Latina) redesenham seus modos de inserção nos mercados mundiais, alterando profundamente as perspectivas de emprego em todos os setores e recolocando em questão o sentido do trabalho e do emprego como âncoras da vida social. Essa transformação coincide e ganha impulso com as novas tecnologias de informação e comunicação, que desafiam os modelos é instituições pedagógicas. É urgente compreender essas mudanças e repensar as funções, desenhos e missões das instituições educacionais em toda a sociedade, o que inclui a escola, as empresas e o setor público.

Tecnologias e Educação: Rede Literal e Metafórica – moderador: doutor em Educação pela USP
A concepção de conhecimento que subjaz hegemônica permanece essencialmente cartesiana (conhecer como decompor, encadear linear e logicamente os conteúdos simples para construir os significados mais complexos). A essa perspectiva contrapõe-se a imagem do conhecimento como uma rede de significações, inspirada pelas redes em sentido literal. O objetivo do curso é explorar as diversas imagens do conhecimento, associando-as às práticas docentes correspondentes.

Serviço
Curso “Educar na Sociedade da Informação”
Duração: Maio a Dezembro de 2001
Nº de Vagas: 120, com 30 vagas reservadas a professores da Rede Pública
Matrícula: R$ 400,00 por módulo (os professores da Rede Pública estarão isentos)
Inscrições até 12 de maio
FAFE – Fundação de Apoio à Faculdade de Educação da USP
Fone (11) 3815-2410, ou pelo e.mail: projetos@edu.usp.br
Inscrições para professores da rede pública:
IEA – Instituto de Estudos Avançados
Tel.: (11) 3818-3919 ou e-mail: cidade@edu..usp.br.

COMO CITAR ESTE CONTEÚDO:
MENEZES, E. T. IEA/USP promove curso inédito para professores. EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2001. Disponível em <https://educabrasil.com.br/iea-usp-promove-curso-inedito-para-professores/>. Acesso em 22 jul. 2024.

Comente sobre este conteúdo: