informatização das matrículas

Forma de cadastramento escolar iniciado em 1995 pelas Secretarias Estaduais de Educação, realizado no contexto de racionalização organizacional e descentralização de competências no sistema de ensino. Dessa forma, a matrícula dos alunos nas redes estaduais públicas de ensino é feita pelas escolas em linha direta (on line) com uma central. Este sistema de trabalho contribui para evitar que o mesmo aluno faça matrícula em mais de uma escola, condição indispensável para que se possa localizar, com precisão, a demanda real por vagas. Além disso, acabando com a duplicidade de matrículas, permite descobrir a quantidade de “alunos fantasmas” e, conseqüentemente, acabar com o desperdício de se enviar recursos, merenda e material didático para alunos que não existem.

A matrícula informatizada fornece gratuitamente um RG Escolar para cada aluno, documento que dá a oportunidade de fazer automaticamente a inscrição dos alunos que já estavam matriculados na rede pública. O aluno fica, portanto, com a vaga garantida para o ano letivo seguinte.

COMO CITAR ESTE CONTEÚDO:
MENEZES, E. T; SANTOS, T. H. Verbete informatização das matrículas. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2001. Disponível em <https://educabrasil.com.br/informatizacao-das-matriculas/>. Acesso em 28 fev. 2024.

Comente sobre este conteúdo: