TV Futura

Primeiro canal educativo brasileiro totalmente apoiado pela iniciativa privada, reunindo em média 15 grupos empresariais, entra eles a CNN, RBS, Votorantim, Odebrecht, Itaú, Sadia, com o comando da Fundação Roberto Marinho. O canal Futura foi ao ar no dia 22 de setembro de 1997, operado pela Globosat e distribuído pela tevê a cabo e sistema digital (miniparabólicas) a 1,8 milhão de residências e a 500 entidades – como creches, escolas, sindicatos, associações comunitárias e presídios – em todo o país. O objetivo do Futura é proporcionar uma programação diária a crianças em idade pré-escolar, jovens que estão ingressando no mercado de trabalho e educadores. Além de produção própria o Futura exibe o acervo das empresas envolvidas no projeto e programas da TV Globo. O sinal do canal Futura é transmitido gratuitamente para escolas públicas, associações comunitárias, creches, instituições religiosas que desenvolvem ações comunitárias, instituições sem fins lucrativos que desenvolvem ações sociais e empresas que desenvolvem ações educativas.

COMO CITAR ESTE CONTEÚDO:
MENEZES, E. T; SANTOS, T. H. Verbete TV Futura. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2001. Disponível em <https://educabrasil.com.br/tv-futura/>. Acesso em 23 fev. 2024.

Comente sobre este conteúdo: